segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Sobre Crepúsculo II

Kevin Smith realmente levantou questões importantes, na última ComiCon:

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Meu domingo…

Sim, eu tive de dar duas horas de uma tarde horrivelmente quente de domingo pra dar as respostas que o governo queria ler. Abaixo, só um exemplo:

41594977

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Mata a Mata

OK, eu entendo gente que queira se expressar, se soltar, simplesmente adotar um estilo e se afirmar, pé no chão e tudo. Entendo as roupas mais espalhafatosas (gostando ou não), as coisas mais cafonas e gente que só parece querer aparecer.

Às vezes preciso me esforçar pra isso, mas eventualmente entendo.

O que eu NÃO entendo é falta de simancol. Quem vai ASSIM pra um show?
IMG00037

Vc demora um tempo se acotovelando pra chegar a um ponto da multidão onde tenha boa visibilidade e, do nada, uma magricela pra quem é bem mais fácil deslizar pelo meio da galera coloca essa coisa na sua frente.

E a frase da noite foi: “Quem chamou a Vanessa da Mata pro show da Maria Gadu?”

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

3 x 3 x 3

Bom dia pra você,
bom dia pra você.
Bom dia, menina…
bom dia pra você.

Uma mensagem do “pato de aniversário” de Tom & Jerry (descobri que o nome dele é Quacker) para a sempre especial Poisongirl.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Sobre Crepúsculo

Achei um final que me faria querer ver o filme, com toda certeza:

E olha que eu achei Blade um lixo, também.

quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Do the evolution

A escrita supostamente começou nas pinturas às paredes das cavernas, tendas e afins. Passamos a talhar pedras, desenvolvemos alfabetos, ideogramas que comunicavam algo graças a convenções.

Os pergaminhos, a madeira e então o papel, um meio que ajudou muito a facilitar a coisa. Tinta, grafite, borrões, folhas rasgadas, custos e desperdício.

Meios eletrônicos, pra ajudar mais ainda. Tudo fica rápido com programas de textos, bilhetes eletrônicos e o barulho alienígena de uma placa de fax modem, pra você se conectar. BBS, remote servers, mIRC e, finalmente, e-mail.

Pra não dizerem que tava lento, ainda, vieram os messengers. ICQ, Yahoo e MSN. Mas para uma empresa e sua intranet, é ainda melhor que o sistema integrado escolhido tenha suas próprias opções.

Aqui no trabalho temos uma tela de recados e outra de mensagens instantâneas. Mas ainda conseguiram inventar o “papel e porta”.

porta

Dedico este post à inventividade dos meus colegas. Bom dia pra vocês também e bom trabalho.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Apelo

Uma esmolinha pelo capital financeiro. Por favor, gente, vamos contribuir com o mercado de idéias transformadas em bytes. Salve um investidor desesperado. Como? Invista e junte-se a ele. Não, não precisa ter medo de ficar igual. Como você, muitos outros também vão investir e isso vai tornar tudo melhor.

Já colocamos grandes empresas nos aparelhos e esperamos que saiam do coma logo, logo. Tudo está bem, viu? Até governos neo-liberais viraram investidores, então por quê você não vem? Poupança é para fracos e assustados, hein! Acredite no seu gerente. Ele, que diz que o banco não abaixou as taxas, mas você pode ser sorteado e ganhar 20.000, enquanto investe. Acredite, porque tantos outros também acreditarão e BUM, você salvou a economia e o mundo!

Olha pra cá, cara! Ignora o destrato social aos que tavam do seu lado e caíram, porque nesse momento você ainda é alguém e deve isso a nós. Esquece aquele bando de sem-teto, isso é gente pobre, coitada. Não, não, ninguém tinha tudo e perdeu, assim… cê anda lendo jornal demais, hein. Isso é coisa que tão colocando na cabeça do povo, pra criar histeria coletiva. Pobres sempre foram pobres e ricos sempre foram ricos. Você não é, mas pode ficar. Eles não.

Xiiiiii, não estou gostando dessa sua cara de dúvida. Esquece tudo o que já fizemos pra você? Então… por quê eu vou tentar te enganar justo agora, nessa crise horrível? Agora, é a gente que precisa de você. Como assim, “a gente quem?” O mundo, cara! Se você é parte do mundo? Claro que não, o mundo é nosso e a gente sabe quem tá nele. Você não.

Tá OK, tá bom, você pode se preocupar com a crise, mas não demais. Pensa que já já passa… mas pensa bem. Porque eu ouvi falar numa tal de gripe suína… nem te conto!

“Banqueiros são aqueles que lhe oferecem mil guarda-chuvas quando está sol, mas desaparecem quando chove.”

sábado, 19 de setembro de 2009

All star - música sem sentido






All Star

Nando Reis



Estranho seria se eu não me apaixonasse por você
O sal viria doce para os novos lábios

Ou seja, se ele não se apaixonasse por ela, o sal só viria doce para lábios novos
Para os antigos lábio nada muda
Paixão seletiva, não?

Colombo procurou as índias mas a terra avistou em você

Sim, mas o fato é que, procurando as índias ele chegou à América
Então ele quer dizer que procurava outra coisa e a encontrou...
Isso é bom ou ruim?

O som que eu ouço são as gírias do seu vocabulário

Cara, por mais doce que seja o sal deve ser muito chato
Ficar surdo para tudo que não sejam gírias do vocabulário
De quem quer que seja... mesmo que fossem das índias

Estranho é gostar tanto do teu All Star azul

Realmente... Isso é estranho...

Estranho é pensar que o bairro das Laranjeiras
Satisfeito sorri quando chego ali e subo no elevador

Sim: É muito estranho ter um bairro sorrindo, e mais estranho ainda
É você ter um elevador do bairro. E olha que nem é Salvador, viu?

Aperto o doze que é o teu andar

Onde é o 12º andar do bairro das Laranjeiras?

Não vejo a hora de me te encontrar

O cara é surdo para o que não é gírias e é cego para olhar o relógio

E continuar aquela conversa que não terminamos ontem
Ficou pra hoje


Acho que essa é a frase mais decepcionante de todo
O cancioneiro romântico brasileiro: o cara sobe no elevador do bairro
E quando a gente acha que o romance engrena
Ele fica de bate papo...
Só não podemos esquecer que ele falava DELA


Estranho mas já me sinto como um velho amigo seu

Conversando todo dia... O que você esperava?

Seu All Star azul combina com o meu preto de cano alto

Michele sempre disse que azul não combina com preto
E eu acredito na Michele

Se o homem já pisou na lua como ainda não tenho seu endereço

É mesmo... Acho que ele devia ter pedido ao Neil Armstrong o endereço dela
Será que ela já morava lá desde 1969???
E eu que achava que a moça morava lá no 12º andar do bairro das Laranjeiras

O tom que canto as minhas músicas para a tua voz parece exato

Pelo menos alguém vai cantar no tom correto, pois, Nando, eu gosto de ti,
Mas você semitona para caramba...

-Post original do 100crise pelo incrível A.Gil que , felizmente , voltou prara a blogosfera!
Seja bem vindo Gil.De novo.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Às compras (e suas dores)

- Toma, amor, experimenta essa aqui. É linda!
- Tá, bonita mesmo… deixa ver.
- Mas ficou ÓTIMA no Senhor! E ela é confortável, não?
- Quanto?
- Essa é uma camisa de 200 fios, tecido egípcio, ótima para o verão que está vindo e combina com tudo. Ficou muito boa nos seus ombros, realmente, e tem um corte excelente. Só de tocar você sente a diferença.
- Ficou boa mesmo, amor.
- Quanto?
- Sabe que eu prefiro dizer antes todas as qualidades pra depois falar o preço, né? R$XXX,00.
- Mas tem 3X nessa etiqueta! Quêisso, que coisa cara!
- Mas ela dura bastante, e é ótima, super confortável pro ve…
- Tá! Pro verão que tá vindo aí, eu sei… pelo visto acabaram as qualidades e o preço continua alto pacas.
- Mas amor, ela ao menos é bonita e caiu bem. Está cara, sim, mas não acho que você deva se privar de gastar isso. Tem trabalhado muito.
- A gente tá montando casa, lembra?
- Deixa de bobeira que você sabe que eu vou te ajudar com isso, lembra?
- ………. OK. Quanto deu tudo?
- Vamos ver… vai levar as duas camisas?
- ….. sim.
- Tá. Duas camisas, quatro camisetas… essas duas calças e o tênis. R$XXX,XX. O Senhor pode parcelar em até 10 vezes no cartão.
- Não. Me dá a pedrada de uma vez só.
- Débito ou crédito?

------------------------------------------

Porque homem que é homem passa um tempão antes de ir comprar roupa, tudo de uma vez, e aí dói pacacete.

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

De onde viemos?

No princípio o Universo foi criado.

Isso irritou muitas pessoas e foi amplamente encarado como um erro. Muitas raças acreditam que ele tenha sido criado por alguma espécie de deus, embora os Jatravartids, habitantes de Viltvodle VI, acreditem que o Universo inteiro escorreu do nariz de um ser chamado Grande Resfriado Verde. Os Jatravartids, que vivem sob o medo perpétuo do tempo que chamam de Vinda do Grande Lenço Branco, são pequenas criaturas azuis com mais de cinqüenta braços cada, o que os torna um povo singular, por ter sido o único na história a inventar o desodorante aerossol antes da roda.

A Teoria do Grande Resfriado Verde, no entanto, não é amplamente aceita fora de Viltvodle VI e assim, sendo o Universo o enigmático lugar que é, outras explicações vivem sendo procuradas. Por exemplo, uma raça de seres pandimensionais hiperinteligentes construiu certa vez um supercomputador gigantesco chamado Pensador Profundo para calcular de uma vez por todas a Resposta à Questão Fundamental da Vida, do Universo e de Tudo. Por sete milhões e meio de anos, Pensador Profundo computou e calculou, e por fim anunciou que a resposta de fato era Quarenta-e-dois — e assim outro computador ainda maior teve que ser construído para descobrir qual era a pergunta afinal.

E esse computador, que foi chamado de Terra, era tão grande que era frequentemente confundido com um planeta — especialmente pelos estranhos seres parecidos com macacos que perambulavam por sua superfície, totalmente ignorantes do fato de que eram simplesmente parte de um gigantesco programa de computador. O que é muito estranho, pois sem o conhecimento desse fato básico e razoavelmente óbvio, nada do que acontecia na Terra poderia fazer o menor sentido.”

- ADAMS, Douglas in O Restaurante no Fim do Universo

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Verdades divinas

Dona Marisa Lula morreu e foi para o céu.
Enquanto estava em frente a São Pedro nos Portões Celestiais, ela viu uma enorme parede com relógios atrás dele . Ela perguntou :
- Que são todos aqueles relógios?
São Pedro respondeu :
- São Relógios de Mentira. Todo mundo na Terra tem um Relógio de Mentira. A cada vez que você mente , os ponteiros de seu relógio se movem.
- Oh - disse Dona Marisa - De quem é aquele relógio ali?
- É o de Madre Teresa. Os ponteiros nunca se moveram, indicando que ela nunca mentiu.
- E aquele, é de quem?
- É o de Abraão Lincoln. Os ponteiros só se moveram duas vezes, indicando que ele só mentiu duas vezes em toda a sua vida.
Dona Marisa perguntou :
- E cadê o Relógio do meu marido?
- Ah! O do Lula está na minha sala. Estou usando-o como ventilador de teto...



quarta-feira, 29 de julho de 2009

Repressão

sexta-feira, 10 de julho de 2009

quinta-feira, 4 de junho de 2009

Sutil diferença

O Presidente de um Banco estava preocupado com um jovem e brilhante diretor que , depois de ter trabalhado durante algum tempo com ele , sem parar nem para almoçar , começou a ausentar-se ao meio-dia.
Então o Presidente chamou um detetive e disse-lhe:
- Siga o Diretor Lopes por uma semana durante o horário do almoço.

O detetive , após cumprir o que lhe havia sido pedido , voltou e informou:
- O Diretor Lopes sai normalmente ao meio-dia , pega o seu carro , vai à sua casa almoçar , faz amor com a sua mulher , fuma um dos seus excelentes charutos cubanos e regressa ao trabalho.

Responde o Presidente :
- Ah, bom , antes assim. Não há nada de mal nisso.
Logo em seguida o detetive pergunta:
- Desculpe. Posso tratá-lo por tu?
- Sim, claro! - respondeu o Presidente surpreendido com a intimidade do sujeito.
- Bom, então vou repetir: o Diretor Lopes sai normalmente ao meio-dia , pega o TEU carro , vai à TUA casa almoçar , faz amor com a TUA mulher , fuma um dos TEUS excelentes charutos cubanos e regressa ao trabalho... Entendeste agora?

-A Língua Portuguesa é mesmo fascinante , não? kkk

sexta-feira, 22 de maio de 2009

E a sua toalha, onde está?

Atenção, mochileiros que visitam este Café! Preparem-se para a próxima segunda-feira, dia 25 de maio: o Dia da Toalha.

“A toalha é um dos objetos mais úteis para um mochileiro interestelar. Em parte devido a seu valor prático: você pode usar a toalha como agasalho quando atravessar as frias luas de Beta de Jagla; pode deitar-se sobre ela nas reluzentes praias de areia marmórea de Santragino V, respirando os inebriantes vapores marítimos; você pode dormir debaixo dela sob as estrelas que brilham avermelhadas no mundo desértico de Kakrafoon;

Pode usá-la como vela para descer numa minijangada as águas lentas do rio Moth;

Pode umedecê-la e utilizá-la para lutar em combate corpo a corpo; enrolá-la em torno da cabeça para proteger-se de emanações tóxicas ou para evitar o olhar da Terrível Besta Voraz de Traal (um animal estonteantemente burro, que acha que, se você não pode vê-lo, ele também não pode ver você - estúpido feito uma anta, mas muito, muito voraz);

Você pode agitar a toalha em situações de emergência para pedir socorro;

E naturalmente pode usá-la para enxugar-se com ela se ainda estiver razoavelmente limpa.

Porém o mais importante é o imenso valor psicológico da toalha. Por algum motivo, quando um qualquer (isto é, um não-mochileiro) descobre que um mochileiro tem uma toalha, ele automaticamente conclui que ele tem também escova de dentes, esponja, sabonete, lata de biscoitos, garrafinha de aguardente, bússola, mapa, barbante, repelente, capa de chuva, traje espacial, etc., etc.

Além disso, o qualquer terá prazer em emprestar ao mochileiro qualquer um desses objetos, ou muitos outros, que o mochileiro por acaso tenha “acidentalmente perdido”. O que ele vai pensar é que, se um sujeito é capaz de rodar por toda a Galáxia, acampar, pedir carona, lutar contra terríveis obstáculos, dar a volta por cima e ainda assim souber onde está sua toalha, esse sujeito claramente merece respeito.”

[ADAMS, Douglas in “O Guia do Mochileiro das Galáxias”]

Então aqui vai um conselho desse Troll: na próxima segunda-feira, e todo dia 25 de maio, saiba muito bem onde está sua toalha. A minha eu levarei na mochila.

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Barbosa no tom do Jobim

Pra quem tem saudade do Tv pirata....eu tenho!

sexta-feira, 15 de maio de 2009

E agoar quem irá nos proteger da gripe suína?

Oba já sei em quem vou votar pra presidente! Assim estaremos salvos!

quarta-feira, 22 de abril de 2009

Bar - 10 X 0 - Academia

Por que será que é mais fácil frequentar um bar do que uma academia? Para resolver esse grande dilema, foi necessário frequentar os dois (o bar e a academia) por uma semana.

Vejam o resultado desta importante pesquisa:

Vantagem numérica:
- Existem mais bares do que academias. Logo, é mais fácil encontrar um bar no seu caminho.
Bar 1x0 Academia 

Ambiente:
- No bar, todo mundo está alegre. É o lugar onde a dureza do dia-a-dia amolece no primeiro gole de cerveja. Na academia, todo mundo fica suando, carregando peso, bufando e fazendo cara feia.
Bar 2x0 Academia 

Amizade simples e sincera:
- No bar, ninguém fica reparando se você está usando o tênis da moda. Os companheiros do bar só reparam se o seu copo está cheio ou vazio.
Bar 3x0 Academia

Compaixão:
- Você já ganhou alguma saideira na academia? Alguém já te deu uma semana de ginástica de graça? No bar, com certeza, você já ganhou uma cerveja 'por conta'. 
Bar 4x0 Academia

Liberdade:
- Você pode falar palavrão o quanto quiser, na academia?
Bar 5x0 Academia 

Libertinagem e democracia:
- No bar, você pode dividir um banco com outra pessoa do sexo oposto, ou do mesmo sexo, problema é seu... Já na academia, dividir um aparelho dá até briga.
Bar 6x0 Academia

Saúde:
- Você já viu um freqüentador de bar reclamando de dores musculares, joelho bichado, tendinite?
Bar 7x0 Academia 

Saudosismo:
- Alguém já tocou a sua música romântica preferida na academia? É só 'bate-estaca' , né?
Bar 8x0 Academia

Emoção:
- Onde você comemora a vitória do seu time ou da seleção? No bar ou na academia?
Bar 9x0 Academia

Memória:
- Você já aprontou algo na academia digno de contar para os seus netos?
Bar 10x0 Academia

Portanto, se você tem amigos na academia, salve-os do mau caminho!

PS: Você já fez amizade com alguém bebendo Gatorade???

ENTÃO, SIMBORA PRO BAR!!!
BEBER, CAIR E LEVANTAR...

domingo, 19 de abril de 2009

terça-feira, 14 de abril de 2009

Top 5 do CQC com a peruca do Silvio Santos

Gente passei mal de rir, Maisa a ídola, mini -petiz, robô mirin do SBT (segundo o CQC- adouuro) desvenda um dos mais bem guardados segredos da tv brasileira...tá lá pelo 7 minutos...mas os outros tb valem ...

terça-feira, 7 de abril de 2009

Lula , nosso salvador

Estava Lula em uma cerimônia pública , assistida por milhares de pessoas em Brasília , quando ao fim do discurso no palanque , um de seus assessores virou-se para o povo e apontando para o presidente , falou :
- Olhem, meus companheiros! Esse é o nosso Lula , o nosso salvador! Lula não tem a barba igual a de Cristo?
E o povo : - Teemmm!!!
- Lula não tem os olhos iguais ao de Cristo?
- Teemmm!!!
- Lula não tem o jeito de Cristo?
- Teemmm!!!

E vira-se um bêbado lá no meio da multidão e grita:
- Então crucifica logo esse filho da puta !


terça-feira, 31 de março de 2009

LISTINHA



Resolvi fazer uma listinha daquilo que faz mal:

1- Ficar cheia de dores – você se distrai com elas e nem percebe o que está à volta.

2- Comer demais – em todos os sentidos, além de ser... muito bom!

3- Época de provas dos meninos – eles não estudam e eu fico com peso na consciência, porque também nunca estudei e, como eles, ainda tirava nota. É revoltante!

4- Trabalhos escolares dos meninos - é estressante, muito e ainda as porcarias fazem melhor do que eu supunha que pudessem fazer! De última hora, claro...

5- Pensar que, mercado de trabalho, na minha idade, resume-se a concurso público, ou consultora de mães desesperadas.

6- Precisar usar óculos justamente quando engordou o suficiente para cobrir aquelas ruguinhas que detestava.

7- Engordar, mesmo comendo pouco. Eu acho...

8- Conseguir recuperar o seu manequim 40 e... perder novamente todo o guarda-roupa.

9- Ficar um dia inteiro sem os meninos em casa e só ficar sabendo disso na última hora, sem ter nada programado para fazer.

10- Conseguir fazer uma lista babaca desta e achar que ainda está faltando um monte de coisa.

11- Ah, sim! Reler o jornal de empregos e verificar que seria muito interessante se soubesse dirigir, ou pelo menos se dispusesse a isso.

Vou para por aqui... Estou ficando deprimida. Acho que vou tomar café.

sábado, 28 de março de 2009

A verdade sobre as coisas

- Sabe… o mundo sempre foi fácil em caixas. Pegar tudo e guardar, onde eu possa saber o que são e entender a forma como ordenei. O mundo é tranqüilo, nas minhas prateleiras.

O outro homem apenas escutava, caminhando lado a lado pela calçada de pedras portuguesas. Os lábios esforçavam-se no sugar de um canudo, pelos instantes seguintes, o grosso e gelado ovomaltine tentando alcançar-lhe a boca, subindo pelo vácuo.

- É interessante pensar no quanto isso se tornou inconsciente. Quando vejo meu mundo saindo de ordem, preciso de algo que eu POSSA controlar, e isso sim é esquisito.
- Ã-hã.
- É sério, eu me perco totalmente no mundo e parece que eu mesmo fico bagunçado.
- É mesmo…
- Tá pensando no quê?
- Você tava no telefone agora há pouco, marcando coisas pra amanhã como se amanhã fosse sábado.
- E?
- Hoje é quinta.
- …… tá vendo? Estou me perdendo, cara! Daqui a pouco o quê vai rolar?
- Você vai pegar o telefone e remarcar tudo… não é?
- Mas aí ela vai sacar q eu estou tão confuso assim!
- E não está?
- Mas a culpa é dela.
- É?
- Vc não tava me ouvindo?
- ……… Pô, nem com um canudo mais grosso isso aqui é fácil!
- …
- Quê?
- Cada um com seus problemas, acho.

segunda-feira, 23 de março de 2009

A implosão da mentira


Mentiram - me .
Mentiram - me ontem e hoje mentem novamente .
Mentem de corpo e alma , completamente .
E mentem de maneira tão pungente que acho que mentem sinceramente .
Mentem , sobretudo , impune/mente.

Não mentem tristes . Alegremente mentem .
Mentem tão nacional/mente que acham que mentindo história afora vão enganar a morte eterna/mente .
Mentem . Mentem e calam .
Mas suas frases falam .
E desfilam de tal modo nuas que mesmo um cego pode ver a verdade em trapos pelas ruas .

Sei que a verdade é difícil e para alguns é cara e escura .
Mas não se chega à verdade pela mentira , nem à democracia pela ditadura .
Evidente/mente a crer nos que me mentem uma flor nasceu em Hiroshima e em Auschwitz havia um circo permanente .

Mentem . Mentem caricatural- mente .
Mentem como a careca mente ao pente , mentem como a dentadura mente ao dente , mentem como a carroça à besta em frente , mentem como a doença ao doente, mentem clara/mente como o espelho transparente .

Mentem deslavadamente , como nenhuma lavadeira mente ao ver a nódoa sobre o linho.
Mentem com a cara limpa e nas mãos o sangue quente .
Mentem ardente/mente como um doente em seus instantes de febre .
Mentem fabulosa/mente como o caçador que quer passar gato por lebre .
E nessa trilha de mentiras a caça é que caça o caçador com a armadilha .

E assim cada qual mente industrial ?
mente , mente partidária ?
mente , mente incivil ?
mente , mente tropical ?
mente , mente incontinente ?
mente , mente hereditária ?
mente , mente , mente , mente .

E de tanto mentir tão brava/mente
constróem um país de mentira -diária/mente.


*Affonso Romano de Sant'Anna

segunda-feira, 16 de março de 2009

CONTO DE M****

Eu estava na cozinha e escutei aquela gritaria. E lá estavam os três garotos, amontoados um em cima do outro, rindo e gritando, sabe-se lá do que!

Daí, Davi grita no ouvido do Marcelo.

-Marcelo, Marcelo! Os Power Rangers não vão ao banheiro!

Todos eles riem muito. Mas daí Arthur completa:

-Pior é a Bela Adormecida! Ficou cem anos! Cem anos sem ir ao banheiro! Já pensou? Cem anos fazendo xixi e coco na cama!

-Credo! Coitado do príncipe! – responde Davi.

Marcelo só ri.

E eu, acabo de ver um conto que eu achava bonitinho virar m****...

*******
Juro que ia colocar outra coisa que não fosse de mãe, mas revirando os arquivos achei este aqui.
Acho que ja estou ficando com saudades dos meus pimpolhos... :)

quinta-feira, 12 de março de 2009

Absurdos no call center

Ultimamente estou trabalhando na central de atendimento de um grande privado.

Desde do início foi curioso observar o funcionamentop de um call center , ouvir ligações curiosas e logo tive a vontade de apesar de não ser operadora ,ir para a linha.
Fiz bem .

Adquiri respeito profundo ao operador de telemarketing.
Não é nada fácil , nem sonho de ninguém ficar sentado numa P.A 6 horas por dia com um headset puxando mil ligações e ouvindo mil improprérios dos clientes e tendo que cumprir uma meta.É pura pressão.

Esse post é o primeiro de vários que compartilharei com vocês as ligações mais absurdas que já ouvi .

1º situação:

operador: Bom dia! Por favor fulano de tal se encontra?
cliente : mummmmmmmm
operador: senhor meu nome é beltrano eu sou agente de negócios do banco X , o senhor fulano de tal por gentileza?
cliente: mummmmmmmmm
operador: o senhor fulano de tal não se encontra?
cliente: mummmmmmmmm
operador : obrigado pela sua atenção senhor , o banco X agradece , bom dia!

- Esse cliente só poderá ser contactado novamente se o banco oferecer aos operadores um curso de como mugir corretamente , né?!


2º situação:

operador:
Bom dia! Por gentileza a senhora fulana se encontra?
cliente : não , ela não existe mais.
operador: compreendo senhora , ela faleceu?
cliente: não ela não morreu .Só não existe mais.
operador: sim senhora ...a senhora sabe me informar algum número de contato com ela?
cliente : ( gritando) EU JÁ DISSE QUE ELA NÃO MORREU MAS NÃO EXISTE MAIS!!!
operador:obrigado pela sua atenção senhora , o banco X agradece , bom dia!

- Essa ligação me deixou com mil caraminholas na cabeça ... será que a mulher mudou de sexo?
Será que a mulher que me atendeu é ex da outra e a considera inexistente?
Como é que se deixa de existir sem morrer????!!!!
Mistério.....

domingo, 8 de março de 2009

O banco e a padaria

Esta carta foi enviada ao Banco Bradesco, porém devido à criatividade com que foi redigida, deveria ser direcionada a todas as instituições financeiras. Tenho que prestar reverência ao  brasileira(o) que, apesar de ser altamente explorada, ainda consegue manter o bom humor.

CARTA ABERTA AO BRADESCO

Senhores  Diretores do Bradesco,

Gostaria de saber se os  senhores aceitariam pagar uma taxa, uma pequena taxa mensal, pela existência da padaria na esquina de sua rua, ou pela existência do  posto de gasolina ou da farmácia ou da feira, ou de qualquer outro desses serviços indispensáveis ao nosso dia-a-dia.

Funcionaria assim: todo mês os senhores, e  todos os usuários, pagariam uma pequena taxa para a manutenção dos serviços (padaria, feira, mecânico, costureira, farmácia etc).. Uma taxa que não garantiria  nenhum direito extraordinário ao pagante.

Existente  apenas para enriquecer os proprietários sob a alegação de que serviria para manter um serviço de alta qualidade.
Por qualquer produto adquirido (um pãozinho, um remédio, uns litros de combustível etc) o usuário pagaria os preços de mercado ou, dependendo do produto, até um pouquinho acima. Que tal?

Pois, ontem saí de seu Banco com a certeza que os senhores concordariam com tais taxas. Por uma questão de equidade e de honestidade.

Minha certeza  deriva de um raciocínio simples. Vamos imaginar a seguinte cena: eu vou à padaria para comprar um pãozinho.  O padeiro me atende muito gentilmente. Vende o pãozinho. Cobra o embrulhar do pão, assim como, todo e qualquer serviço..

Além disso,  me impõe taxas. Uma 'taxa de acesso ao pãozinho', outra  'taxa por guardar pão quentinho' e ainda uma 'taxa de abertura da padaria'. Tudo com muita cordialidade e muito profissionalismo, claro.

Fazendo uma comparação que talvez os padeiros não concordem, foi o que ocorreu comigo em seu Banco.

Financiei um carro. Ou seja, comprei um produto de seu negócio. Os senhores me  cobraram preços de mercado.  Assim como o padeiro me cobra o preço de mercado pelo pãozinho.

Entretanto, diferentemente do padeiro, os  senhores não se satisfazem me cobrando apenas pelo produto que adquiri.

Para ter acesso ao produto de seu negócio, os senhores me cobraram uma 'taxa de abertura de crédito'  - equivalente  àquela hipotética 'taxa de acesso ao pãozinho', que os senhores certamente achariam um absurdo e se negariam a pagar.
Não satisfeitos, para ter acesso ao pãozinho, digo, ao financiamento, fui obrigado a abrir uma conta corrente em seu Banco.

Para que isso fosse possível, os senhores me cobraram uma 'taxa de abertura de conta'.

Como só é possível fazer negócios com os senhores depois de abrir uma conta, essa 'taxa de abertura de conta' se assemelharia a uma 'taxa de abertura da padaria', pois, só é possível fazer negócios com o padeiro depois de abrir a padaria.

Antigamente, os empréstimos bancários eram popularmente conhecidos como papagaios'. para liberar o 'papagaio', alguns Gerentes inescrupulosos cobravam um 'por fora', que era devidamente  embolsado.

Fiquei  com a impressão que o Banco resolveu se antecipar aos gerentes inescrupulosos.
Agora ao invés de um 'por fora' temos muitos 'por dentro':
- Tirei um extrato de minha conta - um único extrato no mês - os senhores me cobraram uma taxa de R$ 5,00.
- Olhando o extrato, descobri uma outra taxa de R$ 7,90 'para a manutenção da conta'  semelhante  àquela 'taxa pela existência da padaria na esquina da rua'.
- A surpresa não acabou: descobri outra taxa de R$ 22,00 a cada trimestre -  uma taxa para manter um limite especial que não me dá nenhum direito. Se eu utilizar o limite especial vou pagar os juros (preços) mais altos do mundo.
- Semelhante àquela 'taxa por guardar o pão quentinho'.
- Mas, os senhores são insaciáveis. A gentil funcionária que me atendeu, me entregou um caderninho onde sou informado que me cobrarão taxas por toda e qualquer movimentação que eu fizer.

Cordialmente, retribuindo tanta gentileza,  gostaria de alertar que os senhores esqueceram de me cobrar o ar que respirei enquanto  estive nas instalações de seu Banco.

Por favor, me  esclareçam uma dúvida: até agora não sei se comprei um financiamento ou se vendi a alma?
Depois que eu pagar as taxas correspondentes, talvez os senhores me respondam informando, muito cordial e profissionalmente, que um serviço bancário é muito diferente de uma padaria. Que sua responsabilidade é muito grande, que existem inúmeras exigências governamentais, que os riscos do negócio são muito elevados etc e tal. E, ademais, tudo o que estão cobrando está  devidamente coberto por lei, regulamentado e autorizado pelo Banco Central.

Sei disso. Como sei, também, que existem seguros e garantias legais que protegem seu negócio  de todo e qualquer risco.
Presumo que os riscos de uma  padaria, que não conta com o poder de influência dos senhores, talvez sejam muito mais elevados..

Sei que são legais. Mas, também sei que são imorais. Por mais que estejam garantidas em lei, voces concordam o quanto são abusivas.!?!

ATENCIOSAMENTE.

 
Put Your Money... de ~chrissatchell no deviantART.

quinta-feira, 5 de março de 2009

Marcas registradas da vida

Outro dia decepcionei minha mãe. Não naquele sentido que você escolhe não fazer medicina nem direito, não. Foi algo bem mais simplório, dessas coisas q vc nem se dá conta pq faz naturalmente, mas olha pro lado e saca o olhar. Foi um inócuo "me vê um Toddynho e um pão de queijo, por favor", quando deixamos o escritório para um lanche no café do prédio.

Eram aqueles mesmos olhares que me condenavam pela televisão parada no Cartoon Network, pelas pilhas de DVDs de animação japonesa, pelas pecinhas de lego q de vez em quando apareciam espalhadas. E quase o mesmo grau de decepção de quando eu rio assistindo ao Chaves. As meninas do café não questionavam mais o meu Toddynho, já tinham feito graça disso da primeira vez, algum tempo atrás, quando eu pedi e me falaram que só tinha o Nescau Pronto. Claro que eu recusei, aquilo ali é um lixo.

O fato é que aquele olhar foi de um julgamento tal que eu realmente por alguns instantes pensei estar fazendo algo errado. "Na sua idade tomando Toddynho?" Ela nem precisava dizer, eu tinha certeza do que queria me perguntar, ali. A tensão era clara. Por trás daqueles olhos, contabilizava todos os anos pagando por educação privada, colégio caro, cursos de línguas, o eventual esporte (por pilha), faculdade particular... e o cara chega aos 27 um debilóide que toma Toddynho e tem gosto duvidoso para entretenimento televiso enlatado do méxico? Decepção, realmente.

O correto possivelmente seria pedir um café... mas eu tinha acabado de tomar um, no escritório. Talvez uma Coca-Cola? Sei lá, não tava com estômago pra refrigerante, sabe? E não é que o achocolatado me faça bem, mas refrigerante tão cedo? Sei lá, né. Só sei que estava a fim e pedi, não foi coisa de muito raciocínio. Sou do tipo que se a Gilette ainda corta, a Bic ainda escreve e a Xerox tá legível, por quê mudar? Dizer que estou crescendo é válido pra uma coisa só, supostamente? Hábitos alimentares, sério?

Juro que não deixou de ser gostoso. Nem o Toddynho nem o bolo Ana Maria de doce de leite. E além de terem aquele sabor que eu me lembro, ainda trazem o sabor da infância. Síndrome de Peter Pan? Provavelmente, devo mesmo ser seqüelado com isso. Ligar eu não ligo. Mas ali, naquela hora, precisava convencer a progenia que tudo o que ela pagou criou um debilóide pra lá de competente com todo o resto. Tinha que tomar uma atitude.

- Manhê, deixa meu Toddynho em paz!

sábado, 28 de fevereiro de 2009

13 dicas para um infarto feliz

1. Cuide de seu trabalho antes de tudo. As necessidades pessoais e familiares são secundárias.

2. Trabalhe aos sábados o dia inteiro e, se puder também aos domingos.

3. Se não puder permanecer no escritório à noite, leve trabalho para casa e trabalhe até tarde.

4. Ao invés de dizer não, diga sempre sim a tudo que lhe solicitarem.

5. Procure fazer parte de todas as comissões, comitês, diretorias, conselhos e aceite todos os convites para conferências, seminários, encontros, reuniões, simpósios etc.

6. Não se dê ao luxo de um café da manhã ou uma refeição tranqüila. Pelo contrário, não perca tempo e aproveite o horário das refeições para fechar negócios ou fazer reuniões importantes.

7. Não perca tempo fazendo ginástica, nadando, pescando, jogando bola ou tênis. Afinal, ISSO É BESTEIRA. Tempo é dinheiro.

8. Nunca tire férias, você não precisa disso. Lembre-se que você é de ferro (e ferro, enferruja!!. rs).

9. Centralize todo o trabalho em você, controle e examine tudo para ver se nada está errado. Delegar é pura bobagem; é tudo com você mesmo. Afinal, você é insubstituível!

10. Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego está faltando, surge aquela dor de estômago, a cabeça não anda bem. Simples, tome logo estimulantes, energéticos e anti-ácidos. Eles vão te deixar tinindo, novinho em folha.

11. Se tiver dificuldades em dormir não perca tempo: tome calmantes e sedativos de todos os tipos. Agem rápido e são baratos.

12. E por último, o mais importante: não se permita ter momentos de oração, meditação, audição de uma boa música e reflexão sobre sua vida. Isto é para crédulos e tolos sensíveis.

13. Repita sempre para si: Eu não perco tempo com bobagens.

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

O samba do crioulo doido..ou do branquelo doido....

adoro os Melhores do mundo! morram de rir aí....com o il n'a payé ....



sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Just a little patience...

- Clínica de Olhos X, boa tarde.
- Boa tarde, meu amigo. Eu queria marcar uma consulta.
- Sim senhor, qual o convênio?
- Amil. Plano 100.
- Infelizmente não atendemos esse convênio, Senhor. A consulta particular custa R$60.
- Então marca pra mim, pode ser. Tem vaga amanhã pela manhã?
- Senhor, infelizmente só há vagas na agenda a partir da próxima terça-feira.
- Pra esse sábado tem não?
- Não atendemos aos sábados, Senhor.
- Ah, tá... e pro outro sábado?
- Não atendemos aos sábados, Senhor.
- E que dia vocês têm vaga pra depois das seis da tarde?
- Nós fechamos às 18h, Senhor.
- Então pega pra mim um dia antes das oito da manhã.
- Nós abrimos às oito, Senhor.
- Então qual dia tem seu horário mais tarde?
- Quarta que vem, às 17h40.
- Marca pra mim, pela Amil.
- Nós não atendemos pela Amil, Senhor, a consulta particular custa R$60.
- E pra quê eu vou pagar se já pago pelo plano?
- Clínica de Olhos X agradece a ligação e tenha uma boa tarde, Senhor.

*clic*

- Banco Y cartões, bom dia?
- Bom dia, eu queria pedir o cancelamento do meu cartão empresarial.
- Sim, Senhor, qual seria o motivo?
- Eu não pedi nem recebi o cartão, mas vocês me mandaram a cobrança da anuidade. Tem explicação?
- O Senhor tem certeza que não recebeu o cartão?
- Considerando que sou eu quem pego e abro toda a correspondência da empresa, acho difícil estar enganado.
- O Senhor responde pelo cartão?
- No momento, ninguém responde pelo cartão porque ele não chegou, mas se você quer saber está em nome de um dos sócios, Fulana de Tal Leite.
- E ela não recebeu o cartão, Senhor?
- Ela está internada.
- Qual seria o motivo do cancelamento?
- Ninguém pediu o cartão.
- O motivo seria o não-recebimento, Senhor?
- Não, porque aí vocês me mandam outro depois. Eu quero cancelar porque não tenho qualquer utilidade pra um cartão empresarial.
- Posso registrar que o Senhor prefere estar utilizando outras formas de pagamento?
- Pode. Eu prefiro "estar utilizando" outras formas de pagamento, isso.
- O cartão está cancelado, informando que ele não pode mais estar sendo utilizado ou ativado, Senhor.
- Ótimo.
- Posso ajudar em algo mais, Senhor? O Senhor não gostaria de estar adquirindo um novo cartão, em nome do Senhor?

*clic*

----------------------------------------

INTERROMPEMOS ESSE POST PARA MOSTRAR UMA IMAGEM DA TÃO FAMOSA FOLIA DE CARNAVAL CARIOCA

CarnaDuc
Bom carnaval pra todos...

quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

Decepção


Eu fui daquelas crianças que ensaiavam em casa : "2 hambúrgers , alface ,queijo , molho especial , cebola e picles num pão com gergelim!" para ir cantar isso no McDonald's ( não lembro bem o que ganhavámos com isso mas lembro de ensaiar).

Imaginem a decepção da criança interior quando ouço de um atendente do McDonald's , em plena sexta-feira á tarde : " estamos sem Big Mac."

Fiquei atônita :"como o McDonald's não tem Big Mac?????!!!!"


Ouvi desculpas e explicações furadas e acabei levando um Cheddar McMelt mesmo estando de bico. Enquanto esperava o lanche pensei em mil coisas que teriam impedido a " feitura" do meu tão querido Big Mac ... acordei do transe com o atendente me dizendo que estava tudo pronto
e dizendo :" volte sempre!"

Respondi sem pestanejar : " Em um McDonald's sem Big Mac? Nunca!"
Não se brinca com os conceitos passados as nossas crianças interiores!

domingo, 15 de fevereiro de 2009

O homem contra a natureza

No meio da enxurrada em Brasília surge um herói! rsss
Tinha hora que eu não sabia se ria ou morri de nojo...rsss

Josymar o Surfista de Brasília é Leônidas Fontes!!! Integrante da Cia Anônimos da Silva e da Cia de Comédia Setebelos, Leônidas salva o carro de uma mulher que implorava por ajuda!!! Ninguém queria...

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Utilidade Pública

fighting-ninjas-poster

COMBATENDO NINJAS - FÁCIL

1. Evite Ninjas, pra começo de conversa.
Pergunte-se - por quê Ninjas escolheram sua compania? Você fez algo para ofender um general poderoso? Responda a esta pergunta e você estará pronto, na próxima vez.

2. Use seu telefone (para chamar ajuda).
Ninjas são perigosos, ninguém vai julgá-lo por chamar ajuda. Reforços de filiais, mesmo o pessoal de carga e descarga, pode fazer a diferença, em um ataque Ninja.

3. Use as plantas do escritório como armas.
Aquelas palmeirinhas empoeiradas ao seu redor podem parecer inofensivas, mas na verdade são armas formidáveis. Use as folhas como espetos; mire nos pontos sensíveis. Um cactus é muito útil para a empreitada anti-Ninja. Arremesse-os, vaso e tudo, como  se fossem granadas.

4. Use seu quadro de avisos como escudo.
Ninjas adoram arremessar estrelas, chamadas shuriken. Elas são afiadas, pontudas e quando jogadas cravam fundo e machucam um bocado. Pegue o quadro de avisos mais próximo e use como escudo. Sim, vai arruinar o quadro, mas vc pode se explicar depois.

5. Arrume uma arma, qualquer arma.
Ninjas são perigosos. No ambiente de um escritório, entretanto, suas habilidades Ninja não são tão vantajosas. Use o que estiver à mão e os pegue de surpresa. Jogar café quente em um Ninja vai lhe chamar a atenção. Ou simplesmente despeje sua cesta de lixo na cabeça dele - debilitante e humilhante.

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Essa clínica não é grande o bastante...

Enfermeira: "Nossa, hj tá tão cheio q nem tive tempo de vir aqui falar com vcs." Eu: "Precisávamos de mais dias assim, sabe?"
5:26 PM Jan 27th

Enfermeira: "Marcelo, não vai mandar comprar salgadinhos pra comer com seu bolo?"; "Vc deveria agradecer q eu trouxe bolo."
4:05 PM Jan 12th

Enfermeira: "Marcelo, isso aqui tá frio d+. Vai todo mundo adoecer"; "Tudo bem, tem o recesso vindo, todos têm 12 dias pra sarar da gripe"
4:09 PM Dec 19th

Enfermeira: "Marcelo, eu quero um vale."; "Tá aqui, toma... esse vale um ingresso do Cinemark, venceu dia 30. Cortesia da Bayer."
4:39 PM Dec 12th

Enfermeira: "Marcelo, acho q fiz merda aqui no sistema"; "Com as permissões ínfimas da sua senha?"; "A Dra deixou a dela aberta, aqui."
5:41 PM Dec 3rd

Enfermeira: "Mas eu não quero férias coletivas no fim do ano! O q faço?"; "Tira da sua cabeça q isso aqui é uma democracia e assina logo."
3:23 PM Dec 2nd

Enfermeira: "Marcelo, vc não está me ouvindo ou está me ignorando?"; "E desde quando não te ouvir é uma opção?"
5:27 PM Dec 1st

Enfermeira: "Marcelo, vc vai perder o sono pensando em mim, esse finde."; "O dia q vc na cabeça me tirar o sono, eu meto uma bala nela."
6:38 PM Nov 28th

quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Momento musical de duplo sentido

Cuidado! Essa música fica na cabeça por dias, juro. Muito legalzinha, e como venho ao Café pra descontrair, taí. Share and enjoy.

"Sucking too hard on your lollipop, love's gonna bring you down." Vou cantarolar essa por dias, só de ter postado aqui. Certas músicas amaldiçôam a mente.

Aproveito o embalo para divulgar uma iniciativa muito legal. http://www.cakeproject.com/
Vou enviar meu vídeo, com certeza!

sábado, 24 de janeiro de 2009

SENSIBILIDADE


Tem certos momentos em que a gente vê que a sensibilidade vem de berço, principalmente quando se trata de sensibilidade masculina.

Quando lemos um poema escrito por um homem descrevendo sentimentos tão femininos, nós, mulheres, somos capazes de nos derreter. E nunca pensamos que isso vem de berço. Pode ter certeza que um dos pais, ou tia, ou avó ou seja lá quem for da família, tinha essa verve artística e sensível.

Um Monet, um Van Gogh, Mozart, Beethoven... Nasceram do nada? Claro que não! Berço!

Então...

Então meu marido me mostra uma obra de arte desenhada por ele em seu Palm. Vejam bem: no Palm!!!

Era um perfil. Eu reconheci somente o nariz. Para falar a verdade, o nariz era o que mais chamava atenção por não ser arrebitadinho, nem reto. Era realmente um nariz de personalidade. Muito sensível.

Então...

Então entra Arthur em cena!

- Olha, mãe! É você!

- Meu Deus do Céu! – dando-me conta de que aquele nariz, junto com todo o resto, era eu mesma! – Sério?

- Claro! – meu marido, triunfante – Até seu filho reconheceu!

- Nossa! – ainda inconformada – Eu sou tão feia assim?!

- Relaxa, mãe... – consola meu bebê – Você se acostuma...

Essa semana não saio de casa. Talvez a seguinte também não. Ou, quem sabe, o mês inteiro... Acho que vou ligar para o meu médico.

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Peripécias de suporte - Cliente bom

Marcelo Leite - Consultoria diz:
Bom dia, Cami.

Camila :: Suporte diz:
Bom dia, querido! A gente não se fala desde dezembro, então feliz 2009!

Marcelo Leite - Consultoria envia:

.....TUSS.xls (2456 KB)

Marcelo Leite - Consultoria envia:
.....CBOS.xls (115 KB)

Camila :: Suporte diz:

Quiéisso?

Marcelo Leite - Consultoria diz:

Feliz 2009, Cami. Mas preciso dessas duas tabelas inseridas no sistema e funcionando antes do dia 26, que é quando começo a enviar o faturamento desse mês.

Camila :: Suporte diz:

Mas isso é uma semana!!!

Camila :: Suporte diz:

Isso lá é jeito de se começar o ano?

Marcelo Leite - Consultoria diz:

Olha... melhor agora do q na próxima segunda-feira, quando seus outros clientes perceberem tarde demais que precisavam ter pedido isso pra fechar o mês.

Camila :: Suporte diz:

É pra eu agradecer por você ser um bom cliente?

Marcelo Leite - Consultoria diz:
Sempre.

Camila :: Suporte diz:
... bom dia, Marcelo.

--------------------

Interrompemos nossa programação para comemorar a posse de Barack Obama.


segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

Um elefante incomoda muita gente....ou seria um quati??

Adouuuro virundum! fantástico esse! em especial o final.


quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

IDIOTA



- A idiota olhou para a minha cara, disse qualquer coisa que nem entendi e me deu as costas! - disse ele, agitado, gesticulando.

- E você nem foi atrás? – perguntou o outro, recostado na cadeira, olhar vagueando pelo bar.

- Como assim? Ir atrás dela? Dela?! Cê tá maluco? – quase debruçando-se sobre a mesa.

- Hum... Sei lá... Podia ter ido. Podia ter entendido o que ela disse e... – olhar vago, voz lenta.

- Eu já disse mais de mil vezes: ela não presta! Não presta! – as duas mãos no tampo da mesa, corpo quase arremessado em direção ao amigo de corpo presente.

- É... Disse... – quase voltando do seu alheamento – O que foi que ela disse, mesmo?

- E eu lá sei o que ela disse?! Dane-se ela! – batendo na mesa – O que sei é que ela me traiu! Traiu! Saiu com outro qualquer! Um vagabundo como ela! Devem se merecer...

- Ela disse que o traiu? – pela primeira vez atento à conversa.

- Mas não é isso que estou lhe dizendo desde a hora que entramos aqui? – impaciente, nem acreditando que o amigo mal lhe dera ouvidos – Eu a peguei saindo de um hotelzinho barato. Quando agarrei no braço dela, ficou branca. Branca! E depois não quis me dizer mais nada. Disse qualquer coisa, mas não sei o que foi.

- Acho que ela disse: pergunte a seu amigo. – disse ele, com tranqüilidade.

- Não entendi. – como se, de repente, o ônibus imaginário tivesse freado bruscamente.

- Ela foi me socorrer. – dessa vez, suspirando profundamente, buscando as palavras.

- Socorrer? – tateava o vácuo.

- Eu tinha ligado para você, mas o seu celular não atendia. – continuou ele – Então liguei para ela.

- ...

- Bom, ela veio correndo. Talvez rápido demais. – disse ele meio encabulado – A garota com quem eu estava já estava se recuperando do mal estar, mas...

- E?

- Da janela ela pode ver quando você deixou a sua secretária no apartamento dela. E viu como se despediram. – disse em voz muito baixa – Eu quis segurá-la por lá, mas ela desceu e deu de cara com você, na porta do hotel.

- Que idiota... – resmungou, enterrando os dedos nos cabelos.

- Era o que eu estava pensando... – olhar novamente perdido...

- Que idiota... – também perdido em pensamentos....

sábado, 3 de janeiro de 2009

C'est l'amour

Como estou entrando 2009 em uma certa paixão avassaladora, acabei relembrando dessa série de clipes do estúdio coreano SamBakZa, todos BEM legais, então espero que curtam.

STEP 1 - "There She is!"

STEP 2 - "Cake Dance"

STEP 3 - "Doki & Nabi"

STEP 4 - "Paradise"

STEP 5 - "Imagine"

Acho muito fofinha, essa trama meio romeu e julieta. Acho até q estou ficando diabético. *rs*